segunda-feira, 31 de maio de 2010

Da mesma forma que julgas, um dia serás julgado.

Da mesma forma que julgas, um dia serás julgado.

Aprendo cada dia mais a não me contentar com o aparente conforto de julgar amigos, parentes e ex-amores. Vício comum, não é? Traz uma falsa sensação de superioridade e sabedoria. Ahhh se você julga é porque sabe mais do que o julgado? Na maioria das vezes não. A crítica normalmente é um espelho ou pelo menos traz a verdade de que não sabes perdoar; perdoar mesmo que não lhe seja pedido o perdão ou não vá fazer diferença, perdoar é olhar o outro sabendo que ele está passando por alguma confusão, igual ou parecida com alguma que você já passou ou ainda vai passar. E ainda tem mais... A sabedoria faz você não julgar, apenas observar, tomar o que é bom para si e seguir em frente com a sua vida. O problema alheio é ALHEIO, falar e pensar nele realmente não lhe traz muita coisa, quando alguém se concentra muito em outro alguém, normalmente eu vejo que esse alguém está fugindo de si próprio. Então, queridos, ocupem suas mentes em resolver os problemas de vocês, eu tenho certeza que vocês tem algum, e esqueça os dos outros, não vale à pena, eu garanto.

Beijos,
Boa-noite!

Carolina Flores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog