sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Você não está sozinho



Você possui um poder imensurável ao seu dispor e ainda assim insiste em fazer as coisas sozinho, não é mesmo?

O nosso planeta está cercado por vários conjuntos de pensamentos extremamente limitantes, depreciativos, negativos...

E um desses padrões de pensamentos pode ser resumido na idéia do lutador.

“Aquele que lutou muito e sofreu muito é o que merece ter vitórias.
Para conseguir ser alguém na vida é preciso muita luta, muito suor, muito trabalho.
Fulano é digno por que sofreu muito na vida.”

Tudo bem que para tudo nessa vida acontecer, um movimento precisa ocorrer.

Para comprarmos um carro, precisamos de dinheiro, para ter dinheiro precisamos trabalhar e por aí vai.

Mas por que (por favor, me digam o porquê!) acreditamos que esse movimento precisa ser algo ruim?

Por que trabalhar precisa ser uma luta incansável e dura?

Por queeeeeeê?

“ Ah! É muito difícil trabalhar com o que a gente gosta!
Ah! Eu não sei por onde começar.
Ah! Eu não sei o que fazer.”

Sim, você não sabe.

E então entra o papel da vida, em você.
O papel de Deus, na sua vida.

Se você fizer a sua parte, a vida faz a parte dela para você.
A vida te traz o que você não sabe.
A vida te traz o que você não tem.

Você não precisa fazer nada sozinho.
Você não precisa saber tudo.

Aprenda, agora, a caminhar lado a lado com o poder de Deus, da Vida, que está dentro de você.

“ Mas como ?
                                                          O que é fazer a minha parte?
Qual é a minha parte”

Faça o melhor que você souber fazer. A vida te dará o melhor dela também.
Comece qualquer coisa, e a vida te ajudará a aprimorar esse começo.
Acredite em você, e a vida vai acreditar também.
Acredite que você pode, e você poderá.
Acredite que você vai, e você irá.

E confie! Confie no poder da vida que está em você!
Não queira fazer nada sozinho.

Não trace todo o caminho, vá traçando ao lado da vida, enquanto você caminha.

Deixe que ela te mostre o caminho melhor. O caminho mais fácil. O caminho da tua felicidade.

Um abraço de luz,

Carolina Flores Quintanilha.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog